sábado, 26 de março de 2011

De tudo que meus olhos não falam, gritam...



Minha vida se resume no agora. No tilintar dos sonhos de um coração em ritmo acelerado. No verão que trago dentro do peito, e nos lábios molhados de momentos. Por que tudo tem razão, motivos, circunstâncias, exatidão. No riso primaveril de singularidades do amor verbalizado no presente constante. Não quero amar só no amanhã, quero ontem, hoje e por toda a vida. Porque é assim que me sinto AGORA, em um silêncio gritante de plurais. Adjetivada de emoções e vestida de saudade. Tudo em mim se resume apenas em um coração preso no hiato constante de sentimentos conjugado imperativamente em primeira pessoa. De amor até os ossos eu só sei sentir.
“Ando de um lado para outro, dentro de mim” Clarice Lispector.
Keli Wolinger

8 comentários:

  1. ..obrigada pelo seu comentário no meu blog..estou te esperando de volta...amei o visual do blog...as dicas ..os posts...sempre conferindo as atualizações..amei o que vc escreveu hj*
    passa lá ?

    ResponderExcluir
  2. Keli... nossas vidas se resumem num instante... estranho saber que um fração de segundo pode mudar tudo neh? beijoss

    ResponderExcluir
  3. O tilintar dos sonhos do coração...uauau vc abusa do direito de encantar, excede ao limite de oferecer maravilhas a cada um de nós, hoje mais um apérola da menina poetiza, pra ti guria vai do tio Castanha bjos, bjos e bjossssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Querida Lídia,

    Pode esperar nem que ao menos eu passe na corrida.

    Obrigada pelo carinho gratuito.

    ResponderExcluir
  5. Marcelo,

    Quando o coração está cheio de bem querer tudo acontece.

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Brunno,

    O Tempo é um amigo sábio confia nele, ele tem todas as respostas.

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Wenderlen,

    Obrigada pelos bekos para vc tb :D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos