segunda-feira, 30 de maio de 2011

“Todo amor que houver nessa vida”.....


 
Deixe repousar suas mãos em meus cabelos e meus lábios nos seus. Eu te tenho um querer bem que não cabe mais em mim, com os olhos marcados pelo desejo que insiste em habitar dentro do peito. Uma necessidade ansiosa de te ver e uma saudade tardia que nunca me deixa. Sapateando em palavras rodopio com o ritmo valsado das horas vazias da sua presença. Inquieta e traiçoeira é essa vontade de querer-te sempre mais perto, juntos quem sabe. Ziguezagueando em verborragias sem tempos conjugados pluralizo você e só. Nada mais importa apenas esse silêncio gritante que cabe em ti. Porque dentro de mim tudo transborda.

Keli Wolinger

“E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia
Ser teu pão, ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum veneno anti-monotonia” Cazuza/Frejat

16 comentários:

  1. Em alguns momentos, eu simplesmente te leio e fico sem palavras. Agora, é um desses momentos... Obrigado por isso.

    Abraços.

    p.s.:Antes que você fale que não te avisei, mudei de domínio pela milésima vez rs. Beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Ziguezagueando totalmente heim

    Uhu
    Belo texto Keli

    ResponderExcluir
  3. Mais um casamento que deu certo: vc e Cazuza!

    beijos Keli...

    ResponderExcluir
  4. Faz tanto...tempo.


    E qual seria o propósito dessa dança de palavras senão inaugurar em nós a espera? Diferentemente de mim Keli, espero que o destino não lhe surpreenda. Do fundo frio do peito, que você tenha motivos fortíssimos para acreditar que ela ainda vale a pena.




    Te benzo.
    Me benzes.


    Beijos e abraços meus.

    ResponderExcluir
  5. "tudo em mim trasnborda" adorei o seu texto!

    ResponderExcluir
  6. Rasa dele, sente-se transbordar...
    Represada em sentimentos , assim que te sinto...

    Esse querer ver no outro agua em que se possa mergulhar...

    Tão pleno esse teu sentir, tão triste, esse vazio que preenche...

    bjo-te querida...

    Erikah

    ResponderExcluir
  7. Uuaua q bom, bem quentinho, bem acomodadinho, adoro temas assim, insinuantes, delicados poré, sugestivos, quase um convite ao deixar-se invadir pela paixão, adoro seu texto e hoje? Hoje mais ainda pra vc bjos, bjos e bjosssssssssss

    ResponderExcluir
  8. Gostei bastante do Blog.
    Muito interessante !

    É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
    http://bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  9. Alan, meu querido saudades imensas de você.
    Obrigada por todo o carinho.

    Abraços,

    Keli

    ResponderExcluir
  10. Super Marcelo!

    Ziguezaguear é costurar afetos por todos os caminhos.
    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Brunno,

    Esse é um casamento para muitos anos.

    Amo Cazuza.

    ResponderExcluir
  12. Pipa,

    É um imenso prazer recebe-la neste espaço.
    Obrigada pelo carinho e bençãos. A dança da vida sempre nos ensinam novos passos.

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Marcela,

    Te ofereço um um convite para que sinta-se em casa, puxe uma cadeira e receba meu carinho.

    Bjo

    ResponderExcluir
  14. Erikah,

    Recebo seu beijo e retribuo suas palavras com doses homeopáticas diárias de felicidade.

    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Wenderlen,

    Deixar-se invadir é conhecer um pouco mais do que somos capazes.

    Bjos

    ResponderExcluir
  16. Seja bem vinda Amanda!

    Faça deste espaço sua casa e sinta-se à vontade.
    Irei conferir seu blog com certeza.
    Obrigada pelo carinho gratuito.

    Bjo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos