sábado, 12 de fevereiro de 2011

Confissões do amor



Por um tempo “você foi minha vida, e eu fui apenas, um capítulo da sua”, porém....
Eu quero estar viva, livre, intensa, insensata para sentir rente a pele até onde posso ir para te encontrar. Se o meu fracasso foi a tentativa falha em fazer a coisa certa, perdoe-me ,  tudo mim é demasia até mesmo o amor, ou a falta dele.  Da nossa história o que ficou foram às páginas rasuradas, borradas pelas inúmeras lágrimas que mancharam o papel, o futuro que não veio e o presente conjugado no passado. Não foi amor, foi inconstância. Foram sonhos construídos de grãos de areia, noites de dois corpos suados contando estrelas. Foi paixão, promessas estendidas no varal do tempo. E depois? Depois de você não veio mais nada....Guarda-me apenas lembranças, acumulam-se saudades e despeça-se de ausências. Perdoe-me, mas sou assim cheia de vírgulas complexa de hiatos. Saiba apenas que te amei, talvez não por inteiro, somente a parte que me convinha.  Isso bastou para escrever nossa literatura na cartografia do coração.

Keli Wolinger

12 comentários:

  1. Se sentir livre e se apaixonar....
    Preciso um pouco disso n'A minha vida!!

    Bjs ^^

    ResponderExcluir
  2. Mtas vzs frakssamos de fato pensando estar fzendo a coisa certa, mas kda um tem uma visaum de vida e o q consideramos certo, a outra pessoa considera errado.
    E sim, mtas vzs naum amamos a pessoa por inteiro, apenas a parte q nos convem e esses amores dificilmente daum certo, saum apenas paixoes.
    Saudades de ti Keli, teu blog agora q apareceu em minhas atualizacoes, achei q nem tava mais blogando.
    Otimo sabado pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Dois corpos suados contando estrelas
    Nossa, isso foi forte heim Keli

    Show
    ...

    ResponderExcluir
  4. "Saiba apenas que te amei, talvez não por inteiro, somente a parte que me convinha."

    porque somos egoístas na relações humanas.
    fico pensando se existe altruísmo se tudo o que fazemos é para que o bem reflita em nós.

    singular seu conteúdo :)

    ResponderExcluir
  5. haha... Não posso nem comentar... disse tudo keli, pra variar neh?

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. te quero forte e de alto astral, porque você, menina-luz, brilha forte, você, menina-luz, é toda-coração!

    te deixo um beijo!


    *

    ResponderExcluir
  7. Alan^^,
    Há quanto tempo?! É bom recebe-lo por aqui novamente. E o amor é algo inexplicável, mas totalmente compreensível.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Lukas,

    Saudades de você! Suas postagens não estavam aparecendo nas minhas atualizações =(
    Achei que estivesse longe da blogosfera. Fico imensa mente feliz por saber que está por aqui novamente, passarei por lá mais mais vezes.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Hahha Marcelo,

    Viajar em pensamento é voar com a liberdade.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  10. Mi seja bem vinda!

    O amor é algo singular, único. O que muitas vezes ocorre é que somos egoístas demais para nos permitir viver o amor desde sua essência, força-mo-os a fazer as nossas vontades.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Obrigada Brunno,

    Vou pensar em algo para você =)
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Cris,

    Sua luz e energia são contagiantes! Obrigada pelas palavras de carinho. Te prometo muitos risos e sonhos sempre traduzidos em palavras.

    Abraços

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos