terça-feira, 28 de setembro de 2010

Enquanto houver amor

Não entenda minha desistência como um ato falho. Foi a maneira encontrada de não sofrer. Apenas deixar ir.

Enquanto morei em seu abraço e escrevi amores com grãos de areia sobrevivi por inteiro. Completa. Tão intenso foi a presença, o toque, o cheiro o inteiro.

Enquanto a lua gritava sonhos ao manto prateado que cobria o céu,nossos passos foram apagados por ondas que furiosamente beijavam a areia.

Observei as palavras, juras e promessas feitas ruírem sobre o chão. Espalharam-se cacos de sentimentos por todos os lados. Cuidadosamente juntei-os um, por um.Guardei-os zelosamente em um lugar seguro, do lado de dentro.

Aquilo que se passa sem razão ou porque, dentro do peito dispensa explicação.

Reparti com você o melhor de mim. Você me mostrou seu eu mais perfeito. Juntos colorimos o desconhecido.

Sobrou o muito de mim que te assombra, e o pouco de ti que me faz feliz. Seremos eternamente gratos ao amor, nesse breve momento do por enquanto.

Keli Wolinger

10 comentários:

  1. Axu q por enquanto... desisti do amor!

    ResponderExcluir
  2. "...Enquanto morei em seu abraço...". Muito bom. Vou ser proprietario de abraços agora. Adorei seu blog. Aguardo você no meu.

    João Lenjob
    http://lenjob.blogspot.com

    Alquimia
    João Lenjob

    Eu tentei fazer-te bem
    Fiz-te o universo colorido de versos
    E tantas canções como uma magia
    Brinquedo de fé e toda alquimia
    E vontade era que aceitasses tudo.

    Porém, me deixaste no escuro
    Com o triste sentimento maduro
    Atrás do coração que pensei que era puro
    E era a tristeza em riste
    Sem aceitação de carinho ou palpite.

    Eu queria um comportamento adequado
    Com o sorriso felizmente estrelado
    Que tua presença fosse sempre constante
    Agradecida de pelo menos, minha tentativa
    De fazer-te bem, embora não consiga.

    ResponderExcluir
  3. Suspiro. Respiro e me acalento dessa despedida.

    Um abraço sem nunca terminar.

    bonito.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  4. Suas mensagens são simples mas falam tudo
    !!!

    é isso aí Keli
    Bom voto

    ResponderExcluir
  5. Viver é um susto. Mas você pode fazer dele um suspiro quando encontra a direção.

    ResponderExcluir
  6. Brunno,

    Não se pode desistir do que nos mantém vivos.

    Bjos,

    Keli

    ResponderExcluir
  7. João seja bem vindo!

    Ser proprietário de abraços é tão merecedor quanto a honra de ser escolido para habitar um.
    Pode ter certeza aparecerei por lá.

    Abraços, Keli

    ResponderExcluir
  8. Ju,

    É muito bom ver rostos novos por aqui.
    Fico imensamente feliz que tenha gostado.

    Valeu peço abraço interminado.

    Abraços, Keli

    ResponderExcluir
  9. Marcelo,

    Reside na simplicidade a essência de ser.

    Bjos,

    Keli

    ResponderExcluir
  10. Pipa!

    Fico feliz que tenha sobrevoado por este espaço. Sinta-se livre para aterrissar quando quiser :D

    Grande abraço,

    Keli

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos