sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Embriaguez de Sentimentos

“Às vezes o amor que se dá pesa, quase como uma responsabilidade na pessoa que o recebe. Eu tenho essa tendência geral para exagerar, e resolvi tentar não exigir dos outros senão o mínimo. É uma forma de paz... Clarice Lispector”



Acordei de sobressalto durante a noite tão embriagada de ti.

Lembranças dos beijos que não dei e dos teus braços ao meu entorno.

O pulsar incessante do coração e o ritmo descompassado da minha respiração
ascenderam memórias fenecidas de você.
Apenas o silêncio conversou comigo e andou ao meu lado
enquanto eu percorria o corredor de meus sentimentos.

Os pensamentos divagadores bateram o pé na porta
da minha fraca certeza de esquecer – te e entraram.

A parede sólida, mas tênue que nos separa se abala.
Zombeteiro e infantil, o som de seu sorriso invade
as muralhas que me cercam e aterroriza.
Embevecida de você sinto seu olhos em mim e ouso
olhar novamente para aquele abismo em que um dia mergulhei.

Keli Wolinger

9 comentários:

  1. Voltei
    hehe
    Aos poucos vou reocupando meu espaço por aqui
    auhauahuha

    bjoooooos

    ResponderExcluir
  2. Espero que vc esteja bem amiga.

    Fim de semana de muita luz.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  3. Embevecida de você sinto seu olhos em mim e ouso
    olhar novamente para aquele abismo em que um dia mergulhei.

    Medo disso!!!

    hehe.. prefiro pular em outros precipícios a afundarno mesmo.

    Bom fim de semana kelii.BJusss

    ResponderExcluir
  4. Pular em abismos pode ser algo saudável, desde que vc saiba que consiga sair deles e se não conseguir, paciência. Outros cairão.

    (Viajei legal, agora.)

    ResponderExcluir
  5. Bem vinda Thaza!O bom filho a casa torna.

    Bjos,
    Keli

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Ana!
    Mas existem medos que estão ocultos dentro de nós, que nem mesmo a fuga é capaz de afastá-los.

    Bjo,

    Keli

    ResponderExcluir
  7. Brunno,

    Você com medo de aventuras?! Quem diria rsss..
    mas existem experiências que por mais benéficas que sejam deixam grandes decepções.

    Bjos,

    Keli

    ResponderExcluir
  8. Alan^^

    Não diria saudável, porém necessário ou para ser imensamente feliz ou para se arrebentar e aprender com as quedas.

    Bjos,

    Keli

    ResponderExcluir
  9. Keli...

    Belo o teu poema...
    Os abismos são sempre um doce fascinio, uma irresistivel atracção!


    BjO´ss
    AL

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos