terça-feira, 18 de agosto de 2009

O Nada

Queridos do meu coração! Me perdoem a falta de postagem mais eu e o tempo estamos discutindo nossa relação, assim como eu corro atrás dele como uma caçadora perseguindo sua presa ele foge de mim como água escorrendo pelos dedos. Ainda não chegamos a nenhuma conclusão,mas estabelecemos um acordo nem eu corro atrás dele e nem ele foge de mim, nós vamos nos encontrando.

Essa semana as postagens estarão comprometidas, pois irei viajar enfim primeiro passo da realização de um sonho (depois compartilho tudo em palavras).
Deixo aqui alguns pensamentos do meu estado de espírito hoje. =D

Hoje eu quero a simples limitação do nada.
Nada que me faça lembrar das lágrimas derramadas e dos soluços contidos.
Nada que apague o sorriso do meu rosto e a calmaria das batidas do meu coração.
Nada que afaste meus braços do abraço de quem eu amo.
Nada que a me faça sofrer por decisões precipitadas.

Nada que me faça esquecer os erros ontem, para viver o aprendizado de hoje sem saber se terei acertos amanhã.
Nada que sacie minha fome de conhecimento e minha sede de viver.
Nada que tire a ansiedade boa de te esperar.
Nada simplesmente nada que me faça perder essa felicidade sem motivos, pois quero tudo que seu amor pode me dar.


Keli Wolinger

Um comentário:

  1. Hehe... vc com sua viagem e eu com minha facul. Está cada dia mais apertada... quer trocar de lugar? rssrrs

    Bjoss, bom fds!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos