segunda-feira, 17 de maio de 2010

Auto Retrato

Mesmo que haja noite dentro de mim farei com que ela seja ao menos estrelada. Que a sua ausência não seja maior que minha solidão, pois ela é minha companheira e faz sentir-me plena. De incertezas e incompreensões se compõem versos do livro de meus dias. Faço-me entendida daquilo que eu não sei e sou. Sou honesta ao admitir que cometo as falhas necessárias que podem me fazer feliz.


Keli Wolinger

11 comentários:

  1. Estranho né, as vezes a solidão pode ser uma grande companheira!
    Como sempre, magnífico!
    Keli, minha flor, atrasado, mas aqui no teu blog eu não te desejei parabéns, então minha querida : PARABÉNS E MUITOS ANOS DE VIDA. No Raspante, cheguei a fazer um post pra ti, só para não passar essa data tão importante! rs
    Bjs =)

    ResponderExcluir
  2. fço-me entendida daquilo q não sei...uma bela escolha, fiz uma ótima visita, adoro passear por aqui, pra vc bjos, bjos e bjosssssss

    ResponderExcluir
  3. "Que a sua ausência não seja maior que minha solidão, pois ela é minha companheira e faz sentir-me plena."

    Falou por mim! :)

    ResponderExcluir
  4. A solidão é um sentimento
    Quase um verbo!!!

    Selo pra vc no blog
    Grande Keli

    ResponderExcluir
  5. Keli, acho que seria mais viável você colocar em todos os seus post: para Brunno!!!!

    hehe, incrível, não vou mais consultar horóscopo, meu signo agora é Wolinger!

    Muuu, digo, beijos!

    ResponderExcluir
  6. Keli, só entrei para avisar que já coloquei o banner do Muuuuito Leite, no cinema público e no Raspante, e vamos por as mães no leite!
    UAHSUAUSUAUSA
    Bjs =D

    ResponderExcluir
  7. Alan querido,

    O lado bom da solidão é que significa que nunca se estará só rsss... pode parecer redundante, mas é pura verdade.
    É a velha história "não significa que estamos longe e sim que um dia estivemos juntos".

    Bjos, Keli

    ResponderExcluir
  8. Wenderlen o poeta da paixão....

    Aquilo que nos faz compreender a nós mesmos é o passo mais próximo da loucura, portando façamos invertar um entendimento para aquilo que é indecifrável.

    Obrigada pelo carinho.
    Abraços,

    Keli

    ResponderExcluir
  9. Priscila meu anjo,

    Tudo aquilo que nos sufoca é a mesma medida que nos liberta :D

    Bjos no coração,

    Keli

    ResponderExcluir
  10. Marcelo,

    É um verbo que não se conjuga no passado muito menos no futoro, é um verbo que está sempre no presente e imperativo.

    Bjos,

    Keli

    ResponderExcluir
  11. Brunno,

    Vou pensar na sua ideia e preparar um almanaque.

    Bjos querido,

    Keli

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos