terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Descomplique

O despertador não tocou, abri os olhos quando meu corpo o fez simplesmente pelo fato

de que entendeu que minhas energias foram repostas.

Um sorriso ascendeu em meu rosto quando raios de sol iluminavam as paredes do

quarto por entre as cortinas. O astro solar reinava absoluto no céu observei o movimento frenético de ir e vir das pessoas e percebi como as coisas mais belas da vida são simples.

Dormir até a hora que seu corpo decidir ‘acordar’;

Observar o astro rei fazer seu show matinal;

Passar um tempo longe de celulares, chefes, faculdade e tudo aquilo que possa te afastar das pessoas que ama;

Andar descalços;

Ouvir o som do mar e sentir a fúria das ondas beijando a areia;

Sentir o vento bater nos cabelos;

O cheiro de poeira molhada pela chuva;

O sorriso de uma criança;

Não precisar se preocupar com o tempo esse amigo fiel que nos acompanha e também nos limita;

Aproveitar a vida pelo simples fato de existir parece fácil, mas não é...

Keli Wolinger

Um comentário:

  1. uahsuahsuahs
    como sempre profuno =D !
    mto bacana poeme/texto/poesia slah, mais isso eh vdd temos que aprender a valorizar as coisas simples, antes que tudo se acabe
    afinal 2012vem aí !
    auhsuhashauhsuahsa
    ta ok isso foi uma piada de ultima hora sem graça !
    mais boas festas, e feliz ano novo e féria !!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos