terça-feira, 13 de julho de 2010

Depois de mim


Preciso do pouco que é muito
para aqueles que não sentem e nada têm.

Quero o nada que é o antigo renovado,

a certeza da esperança envolvida em mistérios.

Tenho o inexato que é a confiança daquilo que é palpável,
mas distantes dos olhos que prevalece no imaginário.

Quero o benefício da dúvida

naquele descontentamento contente.
Tenho as cicatrizes das feridas curadas

como se elas nunca estivessem existido.

Quero a aparência da falha estampada no rosto
só para saber que ela foi necessária.
Keli Wolinger

sexta-feira, 9 de julho de 2010

A veracidade da importância


Tudo começa com uma ideia, se realiza em um planejamento e se concretiza em uma ação.

Pelo caminho alguns tropeços que não impediram de continuar a jornada na realização de um objetivo.

Pois tudo o que é novo traz em si as surpresas daquilo que ainda não é conhecido. É a mistura de algo inédito com o antigo reformulado, a certeza da esperança escondido nas entrelinhas de mistério.

Inovar é preciso, renovar o já constituído é necessário. Os ‘pequenos grandes detalhes’ são imperceptíveis aos olhos daqueles que não acreditam e sutis no coração dos que idealizam.

Não construímos nada sozinhos;

Não chegamos a lugar algum sem termos direção;

Não temos caminhos sem trajetórias;

Não temos vitórias sem perdas;

Não temos ganhos sem lutas;

Não se ganha à guerra sem enfrentar a batalha;

E acima de tudo não conseguimos méritos sem reconhecimento a aqueles que contribuíram para que se alcançasse tal importância.

Keli Wolinger

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Lágrimas do tempo


Qual é o peso de uma lágrima? É o da palavra não dita. Do silêncio confortador.
Do abraço não que não veio e do beijo não dado. É de um grito preso na garganta, uma espera sem chegada. É o de se olhar no espelho e perceber algo incondicional dentro de si mesmo.
Lágrimas são como pérolas derramadas que deslizam, uma a uma, para nossas almas como se fosse cada qual distinta uma da outra.

Keli Wolinger
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros Tempos